Os dilemas do valor da vida humana diante do colapso do sistema de saúde
Capa Revista Cientifica BJHP V2 N4 2020
PDF

Palavras-chave

Ética
Moral
Valor da vida
COVID-19

Resumo

Os profissionais de saúde estão sujeitos a se depararem com dilemas éticos e morais em seu cotidiano. Entretanto, em momentos de colapso do sistema de saúde, público e/ou privado, como o que ocorreu em algumas partes do mundo, provocado pela pandemia da coronavirus disease 2019 (COVID-19), esses dilemas tornam-se mais evidentes e mais difíceis de serem equacionados. Assim, objetiva-se, nesse estudo, fazer uma reflexão sobre os dilemas do valor da vida humana vivenciados por profissionais de saúde, principalmente em momentos que requerem tomadas de decisões rápidas e complexas. Para essa reflexão foi utilizada, como referencial teórico, a obra do filósofo Michael J. Sandel - “Justice: What’s the Right Thing to Do?”. Analisaram-se alguns critérios de tomada de decisão hipotéticos e reais de dilemas éticos e morais. Através da leitura da obra de Michael J. Sandel refletiu-se sobre o dilema do bonde desgovernado, bem como sobre a teoria utilitarista, traçando um paralelo com casos reais de conflitos éticos, como o “Conselho dos Deuses”, de Seattle, instituído frente à escassez de tratamento a doentes renais crônicos; e a contemporânea crise sanitária ocasionada pela epidemia da COVID-19 que enfrenta o impasse, em um sistema de saúde em colapso, da necessidade de escolher quais pacientes tratar com os parcos recursos disponíveis, suscitando o questionamento sobre o valor da vida humana. Nesse cenário, a decisão sobre a prioridade de atendimento fica nas mãos dos profissionais de saúde, que além de terem que tomar difíceis resoluções, ao final, poderão ser responsabilizados por escolhas que foram determinadas previamente nas esferas política e econômica.

PDF