Caracterização fitoquímica da polpa e amêndoa de Caryocar brasiliense Cambess
Capa Revista Cientifica BJHP V1 N2 2019
PDF

Palavras-chave

Caryocar brasiliense Cambess
extrato
pequi
fitoquímica

Resumo

 Caryocar brasiliense Cambess, o pequizeiro, constitui uma das espécies vegetais mais importantes do cerrado. Na medicina tradicional, seus frutos, comumente denominados pequis são empregados como tonificantes, afrodisíacos e antitumorais. A pesquisa fitoquímica em plantas investiga a presença de constituintes químicos com possibilidade de potencial biológico e terapêutico. O presente trabalho teve como objetivo realizar abordagem fitoquímica em amêndoa e polpa de C. brasiliense. A amêndoa, e a polpa foram obtidas a partir do fruto adquirido comercialmente no mercado de Montes Claros, MG, triturados em liquidificador, submetidos à secagem em estufa a 50°C. Após, foram submetidas à abordagem fitoquímica para identificação de alcalóides, glicosídeos antraquinônicos, flavonóides, saponinas e taninos. Os resultados dos testes foram positivos para presença de alcalóides, flavonóides, saponinas, taninos e negativo para presença de glicosídeos antraquinônicos. A presença de compostos verificada nesta abordagem fitoquímica, sugere a realização de outros estudos para avaliação de atividades biológicas de extratos e frações provenientes da amêndoa e polpa de C. brasiliense que possam contribuir para identificação de princípios ativos com potencial terapêutico.

PDF